Beber água é benéfico para a saúde de uma forma em geral. Pelo contrário, a desidratação é prejudicial, entre outras coisas, para as articulações. Com o tempo quente a chegar, hidrate-se por si e para si!

A água é vital para o nosso organismo, por isso deve fazer parte do nosso quotidiano. A sua importância é acrescida na altura do verão, mas a verdade é que devemos ingerir água durante todos os meses do ano, visto que dela depende a nossa hidratação.

De acordo com os especialistas, deve-se beber diariamente cerca de 1,5 lt a 2 lt de água ou, em alternativa, chá. Essa disciplina trará, a médio e longo prazo, mais valias para o seu organismo. Tome nota:

  • Circulação sanguínea saudável;
  • Bom funcionamento do aparelho digestivo;
  • Rins saudáveis;
  • Evita-se problemas urinários;
  • Eliminam-se as toxinas do corpo;
  • Proporciona uma pele cuidada e bem hidratada.

Do outro lado da moeda, está a desidratação. Esta surge como o primeiro sinal de que o corpo está com falta de água, sendo que é a sede o indicador desse estado de carência. Para além da vontade de beber água, o corpo dá-lhe outros indícios:

  • Boca e pele secas;
  • Lábios gretados;
  • Cansaço;
  • Diminuição da massa muscular;
  • Sonolência e apatia;
  • Problemas digestivos, urinários e renais.

A desidratação leva também a que comece a sentir dores nas articulações. Ingerir menos líquidos do que o seu corpo necessita diariamente pode levar a sintomas de longo prazo, incluindo fadiga, dores de cabeça e dor nas articulações. A melhor coisa a fazer é determinar a quantidade de água que o seu corpo necessita e esforçar-se para atender essa necessidade diária através de uma combinação de pausas frequentes para beber água e comer produtos bem escolhidos, que também podem ajudar a hidratar os tecidos.

Se, por acaso, beber grandes quantidades de água lhe causa a sensação de letargia e/ou inchaço, parte das suas necessidades diárias podem ser atendidas por comer alimentos adequados. Porções de frutas contribuem para uma boa hidratação, assim como alimentos como pepino e feijão verde.

A desidratação é geralmente causada por um problema de abastecimento simples. Mesmo assim, o exercício pesado ou as altas temperaturas podem aumentar a demanda do seu corpo para além do habitual em termos de hidratação, sendo necessário um reforço. Algumas doenças também podem privar o corpo de acesso a fluídos. Vómitos e diarreias muitas vezes causam desidratação e a febre também pode secar a humidade do corpo rapidamente. Por seu lado, as bebidas diuréticas ou alguns medicamentos também podem acelerar a excreção de água, privando o organismo e causando os sintomas de desidratação. No entanto, se a dor articular for persistente ou grave, pode ser causada por um destes outros fatores de saúde:

  • Artrite;
  • Gota;
  • Lúpus;
  • Gripe;
  • Caxumba;
  • Doença de Lyme;
  • Tendinite;
  • Torções, alongamentos ou lesões por uso excessivo.
Emagreça com gengibre
O gengibre é uma raiz de tempero, mas adquire uma importância ...
Linhaça: ajuda-o a sentir-se melhor por dentro… e por fora!
Atualmente, a linhaça adquiriu uma grande importância na alime...
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização