A obesidade é uma das grandes calamidades do mundo contemporâneo e Portugal não é exceção, muito pelo contrário. Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia, quase metade da população portuguesa apresenta excesso de peso.

Entre as crianças e os jovens, a obesidade infantil tem aumentado devido ao consumo diário da “comida de plástico”, e de refrigerantes, salgados e fritos nas cantinas escolares, em detrimento da sopa, dos vegetais, da fruta e dos legumes. A Internet veio também agravar a inatividade (horas seguidas em frente do computador) e a TV tem reforçado cada vez mais a “cultura do sofá”.

Hoje em dia as crianças e os adolescentes não contam com espaços abertos para desenvolver as suas atividades, descarregar as energias e beneficiar de uma relação saudável com a Natureza.

Uma criança obesa torna-se, quase sempre, um adulto obeso, sujeito a doenças incapacitantes como a diabetes mellitus tipo II, a hipertensão, doenças cardiovasculares, etc., e, portanto, ao encurtamento da esperança média de vida.

Antes de consultar o nutricionista, porém, não se esqueça que cada um de nós tem a sua forma particular de beleza: não nos devemos comparar com ninguém nem querer à força possuir um corpo igual a determinada pessoa que elegemos como modelo ideal de beleza. 

SABIA QUE…

  • O recurso à comida é uma forma desesperada de tentar preencher um enorme vazio emocional, pelo que também se impõe o tratamento urgente das mazelas da alma.

NÃO SE ESQUEÇA:

  • Nunca tome nenhum suplemento vitamínico sem consultar primeiro o seu médico.

Para mais informações fale com o nosso farmacêutico através do e-mail apoioacliente@blissnatura.pt

Maracujá (Passiflora)
O maracujá (Passiflora), é utilizado sobretudo para fins alim...
Osteoporose e exercício físico para séniores
A 20 de outubro assinalou-se o Dia Mundial da Osteoporose. ...
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização